domingo, 5 de maio de 2013

Roma


            Durante a República romana somente os patrícios estavam tendo privilégios. Com o desejo de acabar com essa situação, os plebeus ameaçaram sair da cidade e ir para o monte sagrado. Caso isso ocorresse, os patrícios teriam o seu exército reduzido, faltaria mão de obra e os impostos coletados seriam menores. Para evitar esses prejuízos, resolveram atender algumas exigências dos plebeus, sendo elas:
a) Lei das Doze Tábuas: transformaram as leis orais em leis escritas.
b) Lei Canuleia: permitia o casamento entre patrícios e plebeus.
c) Lei Licínia: acabou com a escravidão por dívidas.
d) Acesso às Magistraturas: o plebeu poderia se candidatar a cargos públicos.
e) Plebiscito: o voto da plebe teria poder de decisão.
            Roma iniciou sua expansão territorial derrotando os gregos e conquistando a península itálica. Do conflito contra Pirro, rei dos Épiro, surgiu a expressão “Vitória de Pirro”, que é utilizada quando alguém ganha, mas sofre muitas perdas.
            As guerras púnicas foram conflitos entre Roma e Cartago, que disputavam a Sicília. Roma venceu as três guerras púnicas. A segunda guerra púnica foi marcada pela derrota do general cartaginês Aníbal, que tentou invadir Roma de elefante.
            As consequências da expansão territorial romana foram: conquista do mar mediterrâneo, formação dos cavaleiros (“homens novos), aumento do número de escravos, revolta de espártacos e a política do pão e circo.
            Os irmãos Tibério e Caio Graco foram tribunos da plebe, que tentaram beneficiar os plebeus com algumas leis. Tibério propôs a reforma agrária e Caio propôs a lei frumentária e a extensão da cidadania romana.
            Roma viveu uma fase marcada por ditaduras, sendo governada primeiro pelo general Mário (reformou o exército e reduziu a autoridade do Senado) e depois pelo general Silas (restabeleceu os privilégios da nobreza e do Senado).
            O Primeiro Triunvirato foi composto por Crasso, Pompeu e César. Após a morte de Crasso, o poder passou a ser disputado por Pompeu e César, sendo o último vencedor.
            Após a ditadura de 14 anos de César, formou-se o Segundo Triunvirato, composto por Otávio, Marco Antônio e Lépido. Lépido morreu e Otávio derrotou Marco Antônio, tornando-se o primeiro imperador de Roma.

Adelino Francklin

Sugestões de links:

1- Assista aos vídeos das Grandes Civilizações sobre Roma. Clique aqui.

0 comentários :

Postar um comentário