domingo, 5 de maio de 2013

UEM - 2012


1. (Uem 2012)  Desde o início da colonização, a América portuguesa foi alvo de invasões de outros povos europeus. Dentre tais invasões, a mais significativa é, provavelmente, a invasão holandesa no atual Nordeste do Brasil, na primeira metade do século XVII. A respeito dessa invasão, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).
01) Em seu auge, o domínio holandês estendeu-se, aproximadamente, desde o litoral do atual Estado do Maranhão até o território que, em nossos dias, corresponde ao Estado de Sergipe.   
02) A expulsão dos holandeses do Nordeste resultou da ação militar comandada pelo governador geral Mem de Sá, o segundo governador geral do Brasil.   
04) Durante o período em que permaneceram no Nordeste, os holandeses mudaram completamente as estruturas econômico-sociais da região, com destaque para a introdução do trabalho livre nas fazendas e o estímulo à diversificação agrícola.   
08) A pecuária e a produção das drogas do sertão foram as duas principais atividades desenvolvidas pelos holandeses no Nordeste.   
16) A invasão holandesa vincula-se ao processo de separação dos Países Baixos do domínio espanhol, bem como a questões relativas à União Ibérica (1580-1640).   
  
2. (Uem 2012)  A colonização portuguesa na América praticamente se limitara ao litoral durante o século XVI. A partir do século XVII, fatores econômicos e estratégicos acabaram por conduzir a uma interiorização da colonização. A esse respeito, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).
01) No Nordeste, a pecuária impulsionou a ocupação do sertão e conduziu a uma guerra contra os índios da região, a Guerra dos Bárbaros.   
02) O domínio holandês no Atlântico Sul dificultou o abastecimento de escravos africanos para os engenhos da Bahia. Esse fato impulsionou as expedições dos bandeirantes em busca do índio para ser escravizado.   
04) O avanço português em direção ao Sul levou à fundação da Colônia de Sacramento, no final do século XVII, à margem esquerda do rio da Prata.   
08) Além de capturar índios hostis, as expedições dos bandeirantes tinham por objetivo estabelecer alianças com as populações nativas do altiplano andino.   
16) No século XVIII, a descoberta e a exploração do ouro nas Minas Gerais impulsionaram decisivamente, a ocupação daquela região pelos portugueses.   
  
3. (Uem 2012)  Sobre o movimento republicano no Brasil durante o Segundo Reinado, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).
01) Do movimento republicano participaram somente lideranças civis, como Benjamin Constant e Deodoro da Fonseca.   
02) As ideias republicanas se fortaleceram a partir de 1880 com as pressões diplomáticas da Argentina e dos Estados Unidos a favor do regime republicano.   
04) A chamada “questão militar” iniciou-se como um mero problema disciplinar, porém mostrava o descontentamento de setores do Exército com o governo imperial.   
08) A filosofia positivista exerceu forte influência no movimento republicano. O lema “Ordem e Progresso” inscrito na bandeira brasileira expressa essa influência.   
16) O movimento republicano ganhou força na década de 1850, com a fundação de partidos republicanos em todas as províncias do País.   
  
4. (Uem 2012)  No início do século XIX, em razão das guerras napoleônicas, a Corte Portuguesa transfere-se para o Rio de Janeiro. A colônia portuguesa na América torna-se a sede da Corte. A esse respeito, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).
01) Ao chegar ao Rio de Janeiro, o rei de Portugal realiza uma série de reformas administrativas e culturais para adaptar a cidade às necessidades da vida cortesã.   
02) Nesse período, o Brasil recebe uma grande influência da cultura europeia, sobretudo, após a chegada da missão artística francesa.   
04) Nesse período, Jean Baptiste Debret documentou, em seus desenhos e aquarelas, dentre outros temas, cenas da sociedade do Rio de Janeiro, os usos e costumes dos habitantes da colônia.   
08) Na arquitetura, a missão artística francesa desenvolveu o estilo neoclássico, abandonando os princípios barrocos.   
16) Com o final do período joanino e o retorno da missão artística francesa à Europa, cessou, no Brasil, a influência cultural francesa e se iniciou o movimento modernista brasileiro.   
  
5. (Uem 2012)  Sobre as revoltas ocorridas no período imperial da história do Brasil, assinale o que for correto.
01) A Cabanagem foi uma importante revolta que envolveu toda a região amazônica e se estendeu aos territórios da Guiana Francesa.   
02) A Sabinada foi uma revolta que ocorreu no Estado de Mato Grosso, entre 1850 e 1869, e se estendeu por todo o Centro-Oeste do Brasil.   
04) A Guerra dos Farrapos ou Revolução Farroupilha se originou no Rio Grande do Sul e se estendeu a territórios que fazem parte do atual Estado de Santa Catarina.   
08) Mesmo com o grande número de revoltas que chegaram a ameaçar a unidade do País, foi durante o período regencial que se consolidou o Estado Nacional.   
16) A Balaiada foi uma revolta das elites maranhenses contra o poder imperial. Iniciou-se no Maranhão e teve adesão das elites regionais dos atuais estados do Piauí e do Ceará.   
  
6. (Uem 2012)  Sobre o golpe de 1937 e o Estado Novo, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).
01) O golpe de 1937, como outros que ocorreram na Europa na mesma década, representou a vitória de um partido organizado e teve o apoio ativo das massas populares.   
02) Um dos argumentos utilizados por Getúlio Vargas para dar o golpe foi o de que pairava uma ameaça comunista sobre a sociedade brasileira.   
04) A nova Carta, outorgada em 1937, caracterizou-se pelo predomínio do poder executivo e de seu sistema de partido único, e representada pela base política da nova ordem, a Ação Integralista Brasileira.   
08) As reformas administrativas que vieram após o golpe, ao modernizarem a burocracia e introduzirem instrumentos de controle por parte do Estado, eliminaram o federalismo da República Velha.   
16) Um impulso ao desenvolvimento industrial brasileiro nesse período foi proporcionado pela criação de indústrias de base estatais.   
  
7. (Uem 2012)  Sobre o processo de abertura política do Regime Militar, que vigorou no Brasil de 1964 a 1985, assinale o que for correto.
01) O sucesso do projeto de desenvolvimento econômico e a redução acentuada da inflação possibilitaram uma transição planejada e pacífica.   
02) Com o acesso das oposições à propaganda eleitoral no rádio e na televisão, as forças governistas experimentam a sua primeira derrota nas eleições para a Câmara e para o Senado em 1974.   
04) A abertura política permitiu o fortalecimento dos movimentos sindicais, culminando em uma grande greve operária na região do ABC paulista.   
08) A abertura política foi importante para que movimentos sociais de caráter reformador se estruturassem e passassem a exigir a manutenção da estrutura fundiária vigente.   
16) Algumas entidades da sociedade civil tiveram uma atuação muito importante no processo de transição para um regime político mais democrático, destacando-se, entre elas, a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e a SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência).   
  
8. (Uem 2012)  Sobre a guerra do contestado, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).
01) A guerra do contestado inspirou Euclides da Cunha na elaboração do livro Os sertões, em que é narrada a dura vida dos sertanejos brasileiros.   
02) Os conflitos do contestado relacionam-se à disputa pela posse de terras na região, entre fazendeiros e posseiros, que tentavam manter-se nas terras devolutas, e aos interesses da Brazil Railway Company.   
04) O monge Antonio Conselheiro liderou as lutas dos camponeses da região contra as tropas do Governo Federal e do Estado do Paraná.   
08) A guerra do contestado relaciona-se às disputas de limites territoriais entre o Estado do Paraná e Estado de Santa Catarina.   
16) Como resultado da guerra do contestado, os territórios que formavam o Estado do Iguaçu foram incorporados ao Estado de Santa Catarina.   
  
9. (Uem 2012)  Sobre a história de Roma e da Grécia, na antiguidade, assinale a(s) alternativa(s) correta(s). 
01) Palco das lutas entre os gladiadores, o Coliseu, a maior das arenas romanas, era também palco de outros espetáculos, tais como encenações teatrais e festivais públicos.   
02) No século I, com a rápida difusão do cristianismo, os romanos abandonaram o politeísmo e se tornaram monoteístas.    
04) As conquistas de Alexandre, da Macedônia, favoreceram o surgimento de uma nova cultura, herdeira da grega, mas diferente dela em razão das influências da cultura oriental.   
08) No período clássico da história da Grécia, Atenas e Esparta mantinham sistemas de governos extremamente semelhantes, o que favoreceu o surgimento da democracia, quando a Grécia foi unificada.   
16) A Grécia é tida como o “berço da filosofia”, ou seja, berço do estudo que tem por objetivo procurar explicações racionais e universais para a vida em geral.   
  
10. (Uem 2012)  A crise do império romano iniciou-se no século III d.C. A esse respeito, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).
01) A crise teve seu início com a derrota dos exércitos romanos nas guerras púnicas, contra os cartagineses.   
02) O expansionismo militarista do império levou a um excedente de mão de obra escrava e barata. Esse excesso de mão de obra gerou um desequilíbrio social.   
04) Com a crise, os campos foram abandonados e as cidades cresceram demasiadamente sem que houvesse uma estrutura urbanística adequada.   
08) Um dos motivos da crise foi a pressão exercida nas fronteiras do império pelos povos chamados bárbaros, muitos incorporados ao próprio exército romano como mercenários.   
16) Um dos aspectos da crise foi a fragmentação política que ocorreu no império romano naquele período.   
 
Gabarito: 

Resposta da questão 1:
 01 + 16 = 17.

Apesar de dominarem grande parte do atual nordeste, focaram sua ação na porção litorânea, interessados na obtenção do açúcar e não interferiram na produção.
O segundo governador geral do Brasil, Mem de Sá, participou da expulsão dos Franceses do Rio de Janeiro.
A invasão holandesa está relacionada às Guerras do Açúcar, envolvendo Holanda – que havia se separado da Espanha em 1578 – e a Espanha, que passou a dominar o Brasil com a União Ibérica a partir de 1580, proibindo o comércio holandês como represália.  

Resposta da questão 2:
 01 + 02 + 04 + 16 = 23.

A pecuária foi uma atividade secundária e complementar, voltada para abastecer os latifúndios canavieiros. O domínio holandês no Atlântico Sul ocorreu na época da União Ibérica, reduzindo o tráfico negreiro para o Brasil.
A fundação de Sacramento, no atual Uruguai, foi movida por interesses portugueses no comércio da região. A mineração no século XVIII deu grande impulso à ocupação do interior da colônia.  

Resposta da questão 3:
 04 + 08 = 12.

As lideranças citadas na primeira afirmação são militares. Tanto militares quanto civis se destacaram no movimento republicano. A “Questão Militar” representou um problema para o governou imperial, na medida em que deixou clara a oposição da maioria do exército ao governo centralizador de D. Pedro II. Os militares foram fortemente influenciados pelo positivismo do francês Augusto Comte, com um discurso modernizador.  

Resposta da questão 4:
 01 + 02 + 04 + 08 = 15.

D. João VI organizou uma estrutura administrativa do governo. Nomeou ministros de Estado, colocou em funcionamento diversas secretarias públicas, instalou tribunais de justiça e criou o Banco do Brasil, a Biblioteca Real e a Imprensa Régia; além de estimular a manufatura.
A Missão Artística Francesa, composta por importantes nomes das artes francesas, veio para ser o marco inicial do ensino de arte no Brasil, por ser uma empreitada grandiosa formada por um número grande de profissionais, 18 no total, e contando com artistas de reconhecido talento.
Por meio de sua obra: "Viagem Pitoresca e Histórica ao Brasil", Debret procurou demonstrar, com minuciosos detalhes e cuidados, a "formação" do Brasil, especialmente no sentido cultural do povo e nação.
O barroco foi a marca registrada da arquitetura no Brasil, devido à forte inspiração religiosa, mas essa tendência perdeu espaço na chegada da missão francesa.
O modernismo no Brasil desenvolve-se apenas no século XX.  

Resposta da questão 5:
 04 + 08 = 12.

A Cabanagem foi uma rebelião que ocorreu na província do Pará entre 1835-40.
A Sabinada foi um movimento baiano, entre 1837-38, que chegou a defender um separatismo provisório.
A Guerra dos Farrapos (1835-45) teve caráter separatista e republicano e foi comandada pelos pecuaristas gaúchos, com a adesão de populações e proprietários catarinenses.
Considera-se o período regencial como de “consolidação do Estado nacional”, devido à abdicação de D. Pedro I e ao fim da ameaça de recolonização.
A Balaiada envolveu as elites, mas, principalmente, setores populares, e esteve restrita ao Maranhão.  

Resposta da questão 6:
 02 + 08 + 16 = 26.

A década de 30 foi caracterizada pela ascensão dos regimes totalitários na Europa, no entanto, no Brasil, o golpe encabeçado por Vargas não envolveu as estruturas partidárias, pelo contrário, iniciada a ditadura, todos os partidos foram extintos.
O discurso anticomunista de Vargas destacava a tentativa comunista frustrada em 1935, o avanço da ANL e o falso Plano Cohen.
Decretado o golpe, foi imposta uma nova Constituição ao país, que foi apelidada de “polaca”, caracterizada pela centralização e autoritarismo. O novo governo criou o DASP e fortaleceu a política industrialista.  

Resposta da questão 7:
 02 + 04 + 16 = 22.

Durante o regime militar houve um pequeno período de estabilidade denominado de “milagre econômico”, encerrado com a crise internacional do petróleo (1973) e com o elevado endividamento externo. O aumento do desemprego e da inflação reforçou o descontentamento popular.
Nas eleições de 1974, o MDB, único partido de oposição, ampliou sua participação no Congresso Nacional, representando uma ameaça ao governo militar.
Para alguns, a abertura permitiu novas manifestações; para outros, as manifestações forçaram o processo de abertura política; que não envolveu a discussão de questões relacionadas à propriedade rural.
As sociedades citadas, assim como a ABI (Associação Brasileira de Imprensa), tiveram importante papel no processo de redemocratização.  

Resposta da questão 8:
 02 + 08 + 16 = 26.

O livro “Os Sertões” foi inspirado nas guerras contra o arraial de Canudos, na Bahia, enquanto o Contestado foi uma rebelião que se desenvolveu no sul do país, sendo que posseiros e proprietários lutaram contra tropas do exército, contrários a presença da Brazil Railway Company, sendo parte dessa luta inspirada na liderança do beato João Maria.  

Resposta da questão 9:
 01 + 04 + 16 = 21.

No coliseu realizavam-se jogos e, também, “caças” de animais selvagens, trazidos principalmente da África.
No século I começou a difusão do cristianismo, porém eram poucos os convertidos. Somente a partir do século IV pode-se dizer que os cristãos se tornaram maioria em Roma.
As conquistas de Alexandre deram origem à cultura helenística, formada por elementos de origem grega, associada a características de origem egípcia e persa.
Os modelos políticos de Atenas e Esparta eram muito diferentes e a democracia se desenvolveu apenas em Atenas, permanecendo Esparta com um modelo aristocrático.
De fato, a Grécia, principalmente no período clássico, é considerada o berço da filosofia.  

Resposta da questão 10:
 08 + 16 = 24.

As Guerras Púnicas ocorreram durante o período republicano, com a vitória dos romanos, entre os séculos III a.C. e II a.C.
Durante o império, a política expansionista foi freada, fato que, gradualmente, determinou a redução do número de escravos, afetando a produção e a organização social. Essa situação determinou um forte processo de ruralização, com a substituição da mão de obra escrava para o sistema de colonato.
Além da crise do escravismo, as invasões bárbaras representaram um grande problema para o Império, com novas guerras, perdas territoriais e, principalmente, com a necessidade de incorporar novos povos à estrutura imperial.  

0 comentários :

Postar um comentário