Sobre o História com Mídias

Saiba mais sobre a proposta do História com Mídias e aproveite ao máximo o que ele tem a oferecer.

Resumos

Aprenda História de uma maneira mais interessante, lendo nossos resumos e utilizando as diversas mídias oferecidas pelo blog.

Jogos

Conheça e jogue os diversos jogos educativos selecionados pelo História com Mídias para você.

Vestibulares

Prepare-se para os vestibulares resolvendo questões selecionadas pelo História com Mídias. Todas as questões possuem um gabarito comentado no final.

Livro

Trabalho Docente e Condições de Uso das Tecnologias Educacionais

Multimídia

Acesse vários infográficos e animações selecionados pelo História com Mídias.

Sugestões de Filmes

Conheça os filmes indicados pelo História com Mídias.

Fórum

Compartilhe seus conhecimentos nos fóruns de discussão.

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Vídeoaulas

Para acessar às videoaulas, clique nos links abaixo:

1- Iluminismo

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Debate Jovem 2013


Acesse a partir do minuto 14'.

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Brasil Colônia

História Medieval

O Feudalismo


          Com a decadência do Império Romano do Ocidente, muitas pessoas começaram a se deslocar das cidades para o campo. Esse processo de ruralização deveu-se a insegurança das cidades, a alta do custo de vida, ao desemprego, a fome, entre outros fatores.
            A Europa Ocidental, entre os séculos V e IX, viu nascer uma nova organização política, econômica, social e cultural baseada na posse da terra, ou feudo.
            De acordo com a Igreja Católica, havia uma ordem divina, que dividia a sociedade em clero (oratores – o que rezam), em nobres (bellatores – os que guerreiam) e em servos (laboratores – os que trabalham).
            A terra no feudo era dividida em três partes: o manso senhorial, área exclusiva do nobre; o manso servil, área cultivada pelo servo; e o manso comunal, terra comum ao servo e ao nobre.
            Os servos possuíam várias obrigações, tais como a corveia (trabalhar, em média, três dias da semana no manso senhorial), talha (entrega de parte da produção e criação do manso servil), banalidades (taxas pelo uso de instrumentos de trabalho) e mão-morta (taxa paga pela família após a morte do servo para continuar na terra).
            Na Idade Média o poder político era descentralizado, pois o poder estava distribuído entre os senhores feudais.
            O suserano era o que doava a terra, enquanto o vassalo era o que recebia a terra. Sob juramento, o vassalo se comprometia a prestar ajuda militar quando o suserano solicitasse.
         A Igreja Católica era dominante e possuía forte influência sobre a vida das pessoas. Havia o clero secular (membros que viviam no mundo) e clero regular (os que se isolavam do mundo). Também havia o alto clero (membros mais ricos) e baixo clero (membros mais pobres).

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Família Imperial - Episódios

Clique nos links abaixo para assistir à série Família Imperial:

Episódio 1
Episódio 2
Episódio 3
Episódio 4

Família Imperial - Episódio 4

Família Imperial - Episódio 3

Parte 01


Parte 02 e 03


Família Imperial - Episódio 2


Família Imperial - Episódio 1


Você sabe qual foi o primeiro livro impresso no Brasil?

Muitas pessoas sabem que o primeiro livro impresso no mundo, a partir da invenção da imprensa com tipo móvel por Johannes Gutenberg foi a Bíblia. No entanto, poucas pessoas sabem qual foi o primeiro livro impresso no Brasil.
A partir da fundação da Imprensa Régia por D. João VI, em 1808, foi impressa a obra “Marília de Dirceu”, de Tomás Antônio Gonzaga.

A obra, escrita em forma de poema, é estruturada em 3 partes, que relata o amor de Gonzaga por uma brasileira, Maria Dorotéa Joaquina de Seixas. 

Reforma Religiosa

Quais as consequências da Reforma Protestante? Escreva sobre o luteranismo, calvinismo, anglicanismo e contrarreforma. 

Renascimento Cultural

Qual a contribuição do Renascimento Cultural para a nossa sociedade? Escreva sobre os artistas, filósofos, cientistas e escritores renascentistas, bem como sobre suas obras. 

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

UERJ - 2013

1- O romance Iracema, de José de Alencar, publicado em 1865, influenciou artistas, como José Maria de Medeiros, que nele encontraram inspiração para representar imagens do Brasil e do povo brasileiro no período imperial (1822-1889).
Na construção da identidade nacional durante o Império do Brasil, identifica-se a valorização dos seguintes aspectos:
a) clima ameno / índole guerreira dos ameríndios   
b) grandeza territorial / integração racial das etnias   
c) extensão litorânea / sincretismo religioso do povo   
d) natureza tropical / herança cultural dos grupos nativos   
  

2. A carteira profissional

Por menos que pareça e por mais trabalho que dê ao interessado, a carteira profissional é um documento indispensável à proteção do trabalhador.
Elemento de qualificação civil e de habilitação profissional, a carteira representa também título originário para a colocação, para a inscrição sindical e, ainda, um instrumento prático do contrato individual de trabalho.
A carteira, pelos lançamentos que recebe, configura a história de uma vida. Quem a examina logo verá se o portador é um temperamento aquietado ou versátil; se ama a profissão escolhida ou ainda não encontrou a própria vocação; se andou de fábrica em fábrica, como uma abelha, ou permaneceu no mesmo estabelecimento, subindo a escala profissional. Pode ser um padrão de honra. Pode ser uma advertência.
ALEXANDRE MARCONDES FILHO

Texto impresso nas Carteiras de Trabalho e Previdência Social.

Alexandre Marcondes Filho foi ministro do trabalho do governo de Getúlio Vargas, entre 1941 e 1945. Seu texto, impresso nas carteiras de trabalho, reflete as políticas públicas referentes à legislação social que vinha sendo implementada naquela época.
Duas características dessa legislação estão indicadas em:
a) garantia da estabilidade de emprego / liberdade de associação   
b) previsão de assistência médica / intensificação do controle sindical   
c) proibição do trabalho infantil / regulamentação do direito de greve   
d) concessão de férias remuneradas / qualificação do trabalhador rural   
  
3. Guerra das Malvinas ainda divide Argentina e Inglaterra após 30 anos

No dia 2 de abril de 2012, o início da guerra pelo controle das Ilhas Malvinas completou 30 anos. O conflito, que durou dois meses e meio, marcou uma geração de argentinos e britânicos. Para os britânicos, elas são Falkland Islands; para os argentinos, Ilhas Malvinas. No mapa, a distância para o continente sul-americano é pequena. Mas, na prática, a viagem é longa. É um voo por semana, que parte do Chile. Assim, quem sai da Argentina tem que seguir primeiro para Santiago. Quase oito horas depois, chega-se ao destino. A catedral é anglicana. O pastor prega em inglês, a língua oficial, apesar de o espanhol constar do currículo escolar. Os jovens entre 16 e 17 anos podem ir para a Inglaterra cursar uma faculdade. Tudo por conta do governo britânico. São 3 mil habitantes, 62 nacionalidades, mas só 29 argentinos.

Adaptado de http://g1.globo.com.

Ocupadas pelos britânicos a partir da década de 1830, ainda hoje, como mostra a reportagem, as ilhas mencionadas são alvo de disputas entre Reino Unido e Argentina. A polêmica sobre o controle dessas ilhas é acentuada, na atualidade, pela seguinte característica da sociedade local:
a) persistência das rivalidades entre as etnias latinas e europeias   
b) isolamento da economia em contexto de globalização capitalista   
c) vigência de costumes em oposição aos ideais pan-americanistas   
d) valorização do nacionalismo por meio da defesa da identidade cultural   
  
4- O direito ao solo e à terra pode se tornar um dever quando um grande povo, por falta de extensão, parece destinado à ruína. Ou a Alemanha será uma potência mundial ou então não será. Mas, para se tornar uma potência mundial, ela precisa dessa grandeza territorial que lhe dará na atualidade a importância necessária e que dará a seus cidadãos os meios para existir. O próprio destino parece querer nos apontar o caminho.

Adolf Hitler
Minha luta, 1925.

Adaptado de FERREIRA, Marieta de M. e outros. História em curso: da Antiguidade à globalização. São Paulo: Editora do Brasil; Rio de Janeiro: FGV, 2008.

As ideias contidas no projeto político do nazismo buscavam solucionar os problemas enfrentados pela Alemanha após o fim da Primeira Guerra Mundial.
Uma dessas ideias, abordada no texto, está associada ao conceito de:
a) xenofobia   
b) espaço vital   
c) purificação racial   
d) revanchismo militar   
  
5. A despeito da diversidade e das distâncias regionais, um fenômeno é sempre mencionado quando se trata do Brasil: uma única língua oficial, o português, é reconhecida em todo país. Mas não é a única falada. Estima-se que, antes da colonização pelos europeus, falavam-se cerca de 1.200 línguas indígenas no país. Hoje, restam 181 línguas faladas por povos indígenas.

ARYON DALL’IGNA RODRIGUES
Adaptado de BOMENY, Helena e outros. Tempos modernos, tempos de sociologia. São Paulo: Ed. do Brasil, 2010.

A realidade sociolinguística no Brasil atual resultou de um conjunto variado de experiências históricas. No contexto das heranças da colonização portuguesa, a situação atual das línguas indígenas, apresentada no texto, decorre diretamente do seguinte fator:
a) extensão territorial   
b) miscigenação racial   
c) assimilação cultural   
d) dispersão populacional   
  
6. O alemão Franz Boaz foi o primeiro a ressaltar a importância do estudo das diversas culturas em seu próprio contexto, a partir das suas peculiaridades. Boaz ressaltava não haver cultura superior ou inferior. Para ele, deveriam ser considerados os fatores históricos, naturais e linguísticos que influenciavam o desenvolvimento de cada cultura em particular.

Adaptado de LUCCI, Elian A. e outros. Território e sociedade no mundo globalizado: geografia geral e do brasil. São Paulo: Saraiva, 2010.

A abordagem apresentada no texto foi desenvolvida a partir do início do século XX e originou uma nova perspectiva das ciências sociais em relação ao estudo das culturas. Essa perspectiva é denominada:
a) relativismo   
b) materialismo   
c) evolucionismo   
d) etnocentrismo   
 
Gabarito:  

Resposta da questão 1:
 [D]

[Resposta do ponto de vista da disciplina de Geografia]
A construção da identidade nacional no período histórico mencionado se dá com a valorização da natureza tropical, como citado corretamente na alternativa [D], em que se faz apologia à paisagem quente e úmida composta pela vegetação exuberante, elementos que destoam da paisagem temperada a qual estava associada à antiga metrópole europeia.

[Resposta do ponto de vista da disciplina de História]
A ideia de “identidade cultural” formou-se durante o Império, com a preocupação de valorizar os elementos típicos do Brasil, buscando certo distanciamento dos valores tradicionais portugueses. Nesse sentido o elemento indígena e a natureza são ressaltados e valorizados. Vale lembrar que o destaque dado ao índio não significa que ele foi valorizado e a cultura europeia desprezada, apenas que alguns aspectos da cultura indígena, como a bondade e simplicidade são mais valorizados.  

Resposta da questão 2:
 [B]

Durante o Estado Novo, a política varguista preservou as características populistas, marcadas pelo assistencialismo e pelo controle sobre os sindicatos. Esse modelo de relação entre o Estado e os trabalhadores foi denominado populismo. A Carteira de Trabalho foi instituída em 1932 apenas para os trabalhadores urbanos e reforçou a ideia de que o governo protegia os trabalhadores e lhes dava garantias mínimas.  

Resposta da questão 3:
 [D]

O domínio britânico existe há quase dois séculos, mas o nacionalismo da população local foi reforçado desde a Guerra das Malvinas, em 1982, quando a Argentina pretendeu recuperar a posse do território.  

Resposta da questão 4:
 [B]

A “teoria do espaço vital” foi uma das bases para a política expansionista de Hitler e responsável pela eclosão da Segunda Guerra. Ela está impregnada pelos conceitos de imperialismo do século XIX, caracterizado pelo domínio territorial de regiões fora da Europa, e, após a Primeira Guerra Mundial, a Alemanha foi punida, perdendo seus territórios colônias, entendidos como as principais fontes de riqueza para as potências econômicas do período.  

Resposta da questão 5:
 [C]

O processo de colonização implicou não apenas a conquista territorial, mas a eliminação ou assimilação dos povos nativos. A maior parte das nações indígenas foi exterminada ao longo do tempo. Algumas expressões – ou mesmo palavras–, principalmente do Tupi, foram incorporadas ao vocabulário dos brasileiros.  

Resposta da questão 6:
 [A]

A ideia de “relativismo” leva em consideração a posição de quem faz a análise e procura compreender outras possibilidades, considerando que indivíduos em posições diferentes tendem a observar um mesmo fenômeno social sob ângulos diferentes.  


UERJ - 2012

1-  Veja você, meu amigo, te resta apenas um meio para não ser explorado, nem oprimido: demonstrar coragem. Se os trabalhadores que são tão numerosos se opuserem com todas as suas forças aos patrões e a quaisquer formas de governo, estaremos bem próximos dos homens verdadeiramente livres.
Fala da peça Uma comédia social, representada por operários de São Paulo nos anos de 1910.
Adaptado de Nosso Século (1910-1930). São Paulo: Abril Cultural, 1981.

Durante a Primeira República (1889-1930), em cidades como o Rio de Janeiro e São Paulo, o movimento operário tornou-se um dos principais críticos às exclusões da sociedade brasileira. Considerando as propostas defendidas na fala citada do personagem, uma das ideologias que se fez presente no movimento operário brasileiro, naquele momento, foi:
a) socialismo   
b) anarquismo   
c) liberalismo   
d) cooperativismo   
  
2-  Cheio de apreensões e receios despontou o dia de ontem, 14 de novembro de 1904. Muito cedo tiveram início os tumultos e depredações. Foi grande o tiroteio que se travou. Estavam formadas em toda a rua do Regente, estreita e cheia de casas velhas, grandes e fortes barricadas feitas de montões de pedras, sacos de areia, bondes virados, postes e pedaços de madeira arrancados às casas e às obras da avenida Passos.
Jornal do Comércio, 15/11/1904
Adaptado de Nosso Século (1900-1910). São Paulo: Abril Cultural, 1980.

O progresso envaidecera a cidade vestida de novo, principalmente inundada de claridade, com jornais nervosos que a convenciam de ser a mais bela do mundo. Era a transição da cidade
doente para a maravilhosa.
PEDRO CALMON (historiador / 1902-1985)
Adaptado de Nosso Século (1900-1910). São Paulo: Abril Cultural, 1980.

Os textos referem-se aos efeitos da gestão do prefeito Pereira Passos (1902-1906), momento em que a cidade do Rio de Janeiro passou por uma de suas mais importantes reformas urbanas. Uma intervenção de destaque foi a abertura da avenida Central, hoje avenida Rio Branco, provocando não só elogios, como também conflitos sociais. A principal motivação para esses conflitos esteve relacionada à:
a) restrição ao comércio popular   
b) devastação de áreas florestais   
c) demolição de moradias coletivas   
d) elevação das tarifas de transporte   
  
3.  O Iluminismo é a saída do homem do estado de tutela, pelo qual ele próprio é responsável.
O estado de tutela é a incapacidade de utilizar o próprio entendimento sem a condução de outrem. Cada um é responsável por esse estado de tutela quando a causa se refere não a uma insuficiência do entendimento, mas à insuficiência da resolução e da coragem para usá-lo sem ser conduzido por outrem. Sapere aude!* Tenha a coragem de usar seu próprio entendimento.
Essa é a divisa do Iluminismo.
IMMANUEL KANT (1784)

*Expressão latina que significa “tenha a coragem de saber, de aprender”.

In: BOMENY, Helena e FREIRE-MEDEIROS, Bianca. Tempos modernos, tempos de sociologia. São Paulo: Ed. do Brasil, 2010.

No contexto da expansão capitalista no século XIX, uma das ideias centrais do Iluminismo, de acordo com o texto, está associada diretamente à valorização da:
a) superioridade técnica   
b) soberania econômica   
c) liberdade política   
d) razão científica   
  
4. O capitalismo do século XIX tropeçou de desastre em desastre nas bolsas de valores e nos investimentos empresariais irracionais. Após a Segunda Guerra Mundial, essa desordem foi de algum modo posta sob controle na maioria das economias avançadas: sindicatos fortes, garantias trabalhistas e empresas de grande escala combinaram-se e produziram uma era, de mais ou menos trinta anos, de relativa estabilidade.

Adaptado de SENNETT, Richard. A corrosão do caráter: as consequências pessoais do trabalho no novo capitalismo. Rio de Janeiro: Record, 2010.

A estabilidade mencionada no texto foi proporcionada pela condição socioeconômica e pelo modelo de organização do Estado identificados em:
a) implantação dos sistemas de crédito – moderno   
b) estruturação dos impérios coloniais – corporativista   
c) organização das redes produtivas globais – autocrático   
d) formação das sociedades de consumo de massa – de bem-estar social   
  
5. O presidente Roosevelt, que governou os E.U.A. entre 1933 e 1945, solicitou a inclusão de Walt Disney na lista de visitas de celebridades hollywoodianas aos países sul-americanos. Após a visita,
Disney retornou aos Estados Unidos e produziu os desenhos animados “Alô, amigos” (1942) e “Os três cavaleiros” (1945), mais conhecido no Brasil como “Você já foi à Bahia?”. Essas criações de Disney pretendiam resumir, no plano simbólico, os laços de afeto e de cooperação que uniam os E.U.A. ao Brasil.

As artes são frequentemente utilizadas como instrumento de propaganda política e ideológica. Os desenhos da Disney, por exemplo, foram peça importante para a estratégia geopolítica dos E.U.A. para a América Latina, como se observa no texto acima.
Essa estratégia geopolítica norte-americana foi concretizada na década de 1940 por meio de um conjunto de ações que fiou conhecido como:
a) Aliança para o Progresso   
b) Política da Boa Vizinhança   
c) América para os Americanos   
d) Doutrina do Destino Manifesto   
  
6. Democracia: governo no qual o povo toma as decisões importantes a respeito das políticas públicas, não de forma ocasional ou circunstancial, mas segundo princípios permanentes de legalidade.
Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2007.

O conceito de democracia apresentado acima se relaciona diretamente com a prática de:
a) unidade sindical   
b) socialização da riqueza   
c) estabilidade constitucional   
d) autodeterminação das minorias   
  
7.  O Antropoceno, período geológico que começou quando o homem tomou o controle do planeta, acelerou as emissões de CO2 e “desregulou a máquina do mundo”, afirma o glaciólogo francês Claude Lorius, um pioneiro dos estudos sobre o clima, em seu novo livro, Viagem ao Antropoceno. “O homem é um agente determinante da vida sobre a Terra”, explica o especialista de 78 anos.

Adaptado de http://exame.abril.com.br, 05/01/2011

Ainda que não haja uma data específica proposta para o início do Antropoceno, ele está associado à intensificação da ação humana sobre o ambiente.
Considerando essa associação, o início desse novo período geológico deve coincidir, necessariamente, com o início da Idade que recebeu a seguinte denominação na História Ocidental:
a) Antiga   
b) Moderna   
c) Medieval   
d) Contemporânea   
 
Gabarito:  

Resposta da questão 1:
 [B]

Uma das principais características do movimento operário do início do século foi o fato de contar com lideranças anarquistas, formadas principalmente por homens de origem italiana. Pelo texto pode-se perceber o estímulo à organização do operariado para a luta contra os patrões e, em particular, contra “qualquer forma de governo”, o que diferencia o anarquismo do socialismo.  

Resposta da questão 2:
 [C]

No inicio do século, o Rio de Janeiro vivenciou um processo considerado como “de modernização”, pois era a capital do país, sede de representações diplomáticas e empresariais e, numa visão elitizada, deveria estar a altura de grandes cidades europeias. Esse processo implicou a abertura de grandes avenidas e, para tanto, o governo promoveu a demolição das casas populares que existiam na região. O processo de expulsão das camadas mais pobres da região central foi acompanhado por grande reação popular, que enfrentou polícia e governo, como descrito no texto apresentado.  

Resposta da questão 3:
 [D]

O iluminismo está associado aos valores burgueses difundidos desde o século XVIII e que, no século seguinte se tornaram predominantes. O racionalismo iluminista caracterizou-se pela confiança na razão, no progresso e na ciência, e pelo incentivo à liberdade de pensamento. O ideal do Iluminismo era levar esses valores a prevalecer e triunfar sobre o mito, a crendice, o "sobrenatural", o misticismo, a fé, o dogma, o fanatismo, a intolerância.  

Resposta da questão 4:
 [D]

Proposição não muito clara. O sindicalismo forte nos países desenvolvidos deu garantias a uma parcela maior de trabalhadores que ingressaram no mercado de consumo e possibilitaram maior estabilidade a economia na medida em que muitas empresas passaram a vender mais para um setor da sociedade até então excluída. Ao mesmo tempo, diversos governos se preocuparam em garantir uma política social de garantias mínimas no campo da educação, saúde, saneamento e transportes.  

Resposta da questão 5:
 [B]

O presidente Franklin Roosevelt substituiu o "Big Stick" pela "Política da Boa Vizinhança" que, embora preservando a hegemonia norte-americana sobre a América Latina, assumiu uma feição aparentemente mais cordial. A política de boa vizinhança convinha aos esforços dos Estados Unidos para se recuperar dos efeitos da crise de 1929 sobre sua economia. A retórica da solidariedade e os métodos cooperativos no relacionamento com os países latino-americanos facilitavam a formação de mercados externos para os produtos e investimentos norte-americanos, além de garantir o suprimento de matérias-primas para suas indústrias.  

Resposta da questão 6:
 [C]

O texto supõe que existe democracia quando governantes estabelecem e exercem leis de acordo com regras bem definidas, ou seja, com o respeito à Constituição. A questão, que se utilizava de texto curto e simples, permite aos estudantes refletirem sobre as diversas formas possíveis para definir democracia.  

Resposta da questão 7:
 [D]

Antropoceno, o termo foi criado pelo ganhador do Prêmio Nobel de Química (1995) Prof. Paul Jozef Crutzen em 2000 quando alertou sobre os efeitos produzidos pela ação humana o planeta. Portanto, partindo da ideia de que o homem desequilibra a vida, podemos considerar que tal período iniciou-se após a revolução industrial.  




UEL - 2013

1- Leia o texto a seguir, escrito pelo Padre Antonil em 1711.

Os escravos são as mãos e os pés do senhor de engenho, porque sem eles no Brasil não é possível fazer, conservar e aumentar a fazenda, nem ter engenho corrente. E do modo como se há com eles, depende tê-los bons ou maus para o serviço. Por isso, é necessário comprar cada ano algumas peças e reparti-las pelos partidos, roças, serrarias e barcas. E porque comumente são de nações diversas, e uns mais boçais que outros e de forças muito diferentes, se há de fazer a repartição com reparo e escolha, e não às cegas.
No Brasil, costumam dizer que para o escravo são necessários PPP, a saber, pau, pão e pano. E, posto que comecem mal, principiando pelo castigo que é o pau, contudo, prouvera a Deus que tão abundante fosse o comer e o vestir como muitas vezes é o castigo, dado por qualquer causa pouco provada, ou levantada; e com instrumentos de muito rigor, ainda quando os crimes são certos, de que se não usa nem com os brutos animais...
(Adaptado de: ANTONIL, A. J. Cultura e opulência do Brasil por suas drogas e minas. 3.ed. Belo Horizonte: Itatiaia/Edusp, 1982. p.89. Coleção Reconquista do Brasil. Disponível em: <http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/bv000026.pdf>. Acesso em: 1 ago. 2012.)

a) Considerando o Período Colonial brasileiro, explique a afirmativa “Os escravos são as mãos e os pés do senhor de engenho”.
b) Qual a posição assumida pelo Padre Antonil frente ao tratamento dispensado aos escravos?
  
2- No contexto histórico das transformações ocorridas no século XIX, que envolveram questões da identidade nacional e da política, no Brasil, após a abdicação de D. Pedro I, ocorreu uma grave crise institucional. As tentativas de superação por meio das Regências provocaram uma série de revoltas como a Sabinada (BA), a Balaiada (MA) e a Cabanagem (PA).
A superação da crise, que coincidiu com o fim do período regencial, deveu-se à
a) antecipação da maioridade do príncipe herdeiro.   
b) consolidação da Regência Una e Permanente.   
c) formação e consolidação do Partido Republicano.   
d) fundação das agremiações abolicionistas.   
e) volta imediata de D. Pedro I às terras brasileiras.   
  
3- Embora a ideia de transformação seja uma característica da modernidade, nos períodos anteriores, na Europa, ocorreram diversas mudanças nos campos político, econômico, científico e cultural. Pode-se afirmar que, com o declínio do Império Romano na Europa Ocidental, constituíram-se novas relações sociais entre os habitantes desses territórios, momento que foi denominado pelos historiadores como Período Medieval.
Com relação a esse período, considere as afirmativas a seguir.

I. Carlos Magno libertou o seu império do poderio papal por intermédio de alianças militares realizadas com a nascente nobreza mercantil de Veneza.
II. Os camponeses possuíam o direito de deixar as terras em que trabalhavam e migrar para os burgos pelo acordo consuetudinário com os suseranos.
III. Os chefes guerreiros comandavam seus seguidores no Comitatus por meio de juramentos de fidelidade. Os nobres também realizavam esse pacto entre si.
IV. O grande medo da população era ocasionado pelas invasões de bárbaros, pelas epidemias e pela fome. A crença em milagres se propagava rapidamente entre a população.

Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I e II são corretas.   
b) Somente as afirmativas I e IV são corretas.   
c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.   
d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.   
e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.   
  
4- Leia o texto a seguir.

A tecnologia tem sido o catalizador da mudança social desde antes do matemático grego Arquimedes demonstrar que a água pode ser levantada para irrigar um terreno ressecado acima de um fluxo de água, por meio de um mecanismo contínuo propulsor dentro de um tubo flexível. Contudo, ao mesmo tempo, a diferença entre os contemplados e os tecnologicamente carentes tornou-se um abismo. Para cada um que agora compra sua passagem de avião, trem e ingresso de teatro online, milhões ainda esperam pela eletricidade e por água limpa corrente.
(Adaptado de: JARDINE, L. Como a tecnologia afeta a transformação social. In: SWAIN, H. Grandes questões da História. Rio de Janeiro: José Olympio, 2010. p.255-259.)

a) Com base no texto, descreva duas características fundamentais da Revolução Industrial inglesa do século XVIII.
b) Discuta as relações entre desenvolvimento tecnológico e bem-estar social no mundo contemporâneo.
  
5-   O surgimento da bioética coincidiu com o clamor generalizado levantado pelos horrores da Segunda Guerra Mundial, reação que culminou com a Declaração Universal dos Direitos Humanos. O objetivo primordial da bioética se baseia no princípio humanista de afirmar a primazia do ser humano e defender a dignidade e a liberdade inerentes ao mero fato de pertencer à espécie.
(Adaptado de: BERGEL, S. Desafios da bioética. Planeta. ano 40, 472.ed., jan. 2012, p.70.)

O período a que se refere o texto envolve também a ruptura com a democracia pela República de Weimar, a qual foi engendrada pelas conjunturas políticas da Alemanha nos anos 30 do século XX. É nesse quadro democrático que se pode compreender a ascensão do Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães e a fundação do III Reich, criando um totalitarismo com faces eugênicas.
Com base no texto e nos conhecimentos sobre o totalitarismo eugênico, assinale a alternativa que apresenta, corretamente, os eventos que comprovam essa prática.
a) A capitulação da Alemanha, a independência das nações africanas e a perseguição aos arianos.   
b) A nacionalização dos portos, o fim do corredor polonês e o Pacto Ribbentrop-Molotov.   
c) A ocupação da Áustria, o fortalecimento dos bancos públicos e o antifascismo.   
d) A tomada de Paris, a invasão da URSS e a libertação dos Sudetos.   
e) As Leis de Nüremberg, a Solução Final e a criação dos campos de extermínio.   













6- A figura acima se insere em um momento histórico marcado por inúmeras transformações científicas, tecnológicas e culturais.
Com base nessas transformações e nos conhecimentos sobre cultura e ciência na Idade Moderna, considere as afirmativas a seguir.

I. A imprensa de tipos ou caracteres móveis restringiu a disseminação das informações científicas e culturais por meio da censura realizada pelo aparato estatal.
II. Por meio do ensino do latim e da autorização da interpretação dos dogmas pelos fiéis, a Igreja Católica disseminou os conhecimentos bíblicos para a população.
III. O método científico baseado na experiência, na observação e na verificação buscou as regularidades, estabelecendo certezas científicas sobre a natureza.
IV. Os Bizantinos e os Islâmicos preservaram os valores clássicos da cultura greco-romana, e o antropocentrismo constituiu-se em um modelo de proporções exatas.

Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I e II são corretas.   
b) Somente as afirmativas I e IV são corretas.   
c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.   
d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.   
e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.   
 
Gabarito:  

Resposta da questão 1:
 a) O candidato deve relacionar a noção de que os escravos são as mãos e os pés dos senhores de engenho com os trabalhos na propriedade rural, do plantio ao fabrico do açúcar. Isto é, constituem as bases fundamentais da economia colonial.
b) Em relação ao tratamento dispensado aos escravos, Antonil observa que, embora seja recomendado que se empreguem os PPP, muitas vezes os castigos são mais abundantes que a vestimenta e a alimentação, ou seja, Antonil indica o desequilíbrio no tratamento dado aos escravos. Em outras palavras, recomenda aos senhores que castiguem os escravos na “medida correta”, sem exageros.  

Resposta da questão 2:
 [A]

[A] Correta. A crise regencial só foi resolvida após a Campanha da Maioridade, na qual o príncipe herdeiro, Pedro de Alcântara, teve a autorização para assumir o trono, mesmo não tendo a maioridade legal.
[B] Incorreta. A posse de Pedro de Alcântara, ou Dom Pedro II, pôs fim às crises do período regencial e à ideia de regência.
[C] Incorreta. A formação do partido Republicano ocorre em meados do século XIX e sua consolidação, no final do século, não havendo aspirações republicanas formais no início do Segundo Império.
[D] Incorreta. A fundação das agremiações abolicionistas se deu em meados do século XIX, sobretudo após as limitações do tráfico negreiro pelos ingleses.
[E] Incorreta. D. Pedro I permaneceu em Portugal, sendo declarado Rei sob o Título de Dom Pedro IV.  

Resposta da questão 3:
 [C]

[I]. Incorreta. Carlos Magno estabeleceu aliança com o poder papal, consolidando o seu reino. Não houve alianças com a nobreza mercantil de Veneza.
[II]. Incorreta. Os camponeses ou servos de gleba estavam ligados à terra que cultivavam, sem ter o direito de deixá-las.
[III]. Correta. Os laços de vassalagem se realizavam por meio dos juramentos de fidelidade entre senhores e seus respectivos servos e entre senhores. Os seguidores dos chefes guerreiros comandavam o grupo denominado de Comitatus.
[IV]. Correta. As invasões de bárbaros ocasionavam um elevado temor à população, bem como as epidemias e a fome. No período, as crenças em milagres se difundiam em elevada escala entre a população, devido à atuação da Igreja.  

Resposta da questão 4:
 a) Sobre a revolução industrial, o candidato deve articular uma resposta que aponte suas características: o surgimento da manufatura, a urbanização, o surgimento do proletariado, o surgimento da indústria de bens de consumo, a expulsão do homem do campo, o cercamento das terras, a exploração do trabalho assalariado.
b) Espera-se que o candidato articule uma reflexão demonstrando como o desenvolvimento tecnológico pode contribuir para o desenvolvimento humano e até mesmo para a preservação ambiental. Essas tecnologias não estão, contudo, disponíveis para todos, o que reforça a desigualdade existente. Em suma, o candidato deverá argumentar sobre os aspectos contraditórios das relações entre desenvolvimento tecnológico e bem-estar social.  

Resposta da questão 5:
 [E]

[A] Incorreta. A capitulação ou rendição alemã ocorreu em 1945 com a invasão soviética em Berlim. A independência das nações africanas foi um fenômeno da década de 70 do século XX, no episódio denominado “descolonização”. A perseguição aos arianos não tem fundamento histórico.
[B] Incorreta. A nacionalização dos portos é uma denominação genérica às ações de nações como Japão, Brasil e Chile, que passaram a controlar seus portos no século XIX, controle antes feito pelas nações coloniais ou imperialistas. O fim do corredor polonês, ou seja, da área entre a Prússia Ocidental e a Oriental, esta em território polonês, só ocorreu com a libertação da Polônia no pós-guerra. O Pacto Ribbentrop-Molotov, estabelecido entre a Alemanha nazista e a União Soviética, foi um pacto de não agressão que culminou com a divisão da Polônia em áreas de influência germânica (Lituânia) e soviética (Finlândia, Estônia e Letônia).
[C] Incorreta. A ocupação da Áustria (Anchluss) pelos nazistas ocorreu em 1938 e não se relaciona com a política eugênica. O fortalecimento dos bancos públicos não se relaciona com os episódios ocorridos no período nazifascista. O nazismo é, em si, um fascismo, porém acrescido de ideias eugênicas. A luta contra os fascistas foi capitaneada pelos comunistas e pelos anarquistas.
[D] Incorreta. A tomada de Paris, um dos episódios mais traumáticos da Segunda Guerra, não se relaciona diretamente com a política eugênica do nazismo, tampouco a invasão da URSS. A libertação dos Sudetos é um episódio do pós-guerra, uma vez que a Alemanha nazista ocupou essa região tcheca de maioria alemã em 1938.
[E] Correta. As Leis de Nüremberg, a Solução Final e a criação dos campos de extermínio relacionaram-se com a decisão de aplicação de práticas eugênicas, as quais, mesmo antes da Conferência de Wansee, dissolveram casamentos entre arianos e não arianos, entre outras disposições. A Solução Final e a criação dos campos de extermínio, decididas em Wansee, preconizaram a proposta e o método de eliminação total dos judeus da Europa.  

Resposta da questão 6:
 [C]

[I]. Incorreta. A disseminação das informações foi propiciada pela criação da imprensa de tipos móveis e não houve um aparato estatal de cunho centralizador a estabelecer a censura. A censura tinha cunho religioso.
[II]. Incorreta. A Igreja Católica não ensinou a população em geral a ler e interpretar os seus dogmas; somente os membros do clero possuíam essas condições.
[III]. Correta. O método científico moderno consiste na experimentação, na observação e no raciocínio lógico-matemático.
[IV]. Correta. A preservação da cultura greco-romana foi realizada pelos Bizantinos e Islâmicos. O modelo antropocêntrico foi utilizado para o cálculo que objetiva proporções exatas.