quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

UEL- 2012

1-  Leia o texto a seguir.

Alguns itens da lista de assuntos censurados pelo Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP) aos jornalistas em 1943: “Nenhuma fotografia da Rússia; Nada sobre a tragédia de Alegrete: um indivíduo assassinou a esposa e 8 filhos; Nada sobre a União Nacional de Estudantes a não ser a nota oficial; Proibida a divulgação das aspirações das classes trabalhistas de Porto Alegre, enviadas ao chefe do governo; Proibida a reprodução do artigo do sr. Macedo Soares sobre o problema da produção leiteira. Nada sobre o leite, completamente nada; Sobre o peixe deteriorado, só nota da polícia; Nenhum anúncio ou polêmica em torno do livro “Stalin”; Nada sobre as dívidas externas; Nada sobre uma granada que explodiu na Vila Militar, matando um tenente e vários soldados; Nada contra a Espanha; Proibidas quaisquer alusões ao regime brasileiro anterior a 10 de novembro de 1937, sem prejuízo de referências à democracia, pois o regime atual é também uma democracia; Nada assinado por Oswald de Andrade”.
(Depoimento do jornalista Hermínio Sacchetta ao repórter Noé Gertel para a Folha de São Paulo em 1979. Disponível em: <http://almanaque.folha.uol.com.br/memoria_6.htm>. Acesso em: 27 jul. 2011.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, explique o papel desempenhado pelo DIP durante o Estado Novo.
  
2- Ao usar os elementos terra e água, o ser humano produz, historicamente, uma construção material e simbólica, a qual pode ser desfrutada de diversas formas. Com base no enunciado, atribua V (verdadeiro) ou F (falso) para as afirmativas a seguir.

(     ) Na Mesopotâmia, canais de irrigação propiciaram a criação das primeiras cidades.
(     ) Roma Antiga foi abastecida de água por longos aquedutos, possibilitando o seu crescimento.
(     ) Na antiga Cidade do México, Tenochtitlán, canais e diques contornavam a cidade auxiliando sua defesa.
(     ) Na Dubai atual, construíram-se canais trazendo o oceano para o deserto e, desta forma, criaram-se oásis.
(     ) Recife ficou conhecida como a Veneza brasileira devido ao Rio São Francisco, hoje represado pela usina de Itaparica.

Assinale a alternativa que contém, de cima para baixo, a sequência correta.
a) V, V, V, F, F.   
b) V, V, F, F, V.   
c) V, F, F, V, V.   
d) F, V, F, V, F.   
e) F, F, V, F, V.   
  


3- Com base nos conhecimentos sobre a pintura no período do Renascimento e na obra de Sandro Botticelli considere as afirmativas a seguir.

I. Há, nessa obra renascentista, a preocupação com o naturalismo, a proporção e o efeito de profundidade, sendo o pintor florentino Sandro Botticelli um dos principais representantes do Quattrocento.
II. Essa obra marca o início da Arte Moderna na Itália ao retratar o conflito entre o homem e a natureza, expresso na ação do vento que afeta os principais elementos da composição.
III. Essa obra tem como temática um episódio mitológico que aborda o nascimento de uma deusa, apresentando a movimentação do ar como um importante elemento para expressar leveza.
IV. O Renascimento é um período histórico caracterizado pelo teocentrismo e a obra O Nascimento de Vênus é emblemática por apresentar o sopro divino como temática da composição.

Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I e II são corretas.   
b) Somente as afirmativas I e III são corretas.   
c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.   
d) Somente as afirmativas I, II e IV são corretas.   
e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.   
  
4-  Leia os textos a seguir.

Se a bomba fugir ao controle, se não aprendermos a conviver, para que a ciência venha a trabalhar para nós e não contra nós, nosso futuro é certo. As cidades dos homens irão desaparecer da face da terra.
(MORRISON, Philip. Se a bomba fugir ao controle. 1946. In: MARSTERS, Dexter; WAY, Katharine (Orgs.). Um mundo ou nenhum: um relatório ao público sobre o pleno significado da bomba atômica. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2008. p.37.)

É de se esperar que conflitos de interesse entre as grandes potências venham a surgir no futuro da mesma forma como surgiram no passado, e não existe no mundo uma autoridade com o poder de adjudicar esses conflitos [...] As negociações têm lugar à sombra do poderio militar que as grandes potências conseguem reunir; [....]. enquanto esse estado de coisas vigorar, o perigo de guerra estará presente. Contra esse cenário, a existência das bombas atômicas aumenta ainda mais o risco de guerras virem a ocorrer. Se dois países – usemos como exemplo os dois mais poderosos, os Estados Unidos e a Rússia – acumularem grandes estoques de bombas atômicas, é provável que uma guerra venha a eclodir mesmo que nenhum deles deseje lutar.
(SZILARD, Leo. Seria possível evitar uma corrida armamentista por meio de um sistema de inspeções? 1946. In: MARSTERS, Dexter; WAY, Katharine (Orgs.). Um mundo ou nenhum: um relatório ao público sobre o pleno significado da bomba atômica. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2008. p.181-182.)

a) Com base nos textos e nos conhecimentos sobre o tema, discorra sobre a chamada “Guerra Fria” ocorrida após a Segunda Guerra Mundial.
b) A partir dos textos, analise as relações entre desenvolvimento científico, tecnologia e poder no mundo contemporâneo.  
Gabarito:  

Resposta da questão 1:
 O candidato deve identificar o Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP) criado em 1939 como estratégia política do governo Getúlio Vargas para controlar, centralizar, orientar e coordenar a propaganda oficial, os materiais didáticos, os meios de comunicação em geral (a imprensa, a literatura, o teatro, o cinema, o esporte, a recreação, a radiodifusão), no sentido de buscar construir uma concordância ou mesmo edificação do sistema político e da figura de Getúlio Vargas. O candidato deve analisar o trecho de documento histórico, relacionando, comparando e interpretando, em especial, criticando o uso dos canais de comunicação pública e/ou de materiais didáticos para intervenção político-cultural (a criação e uso do Departamento de Imprensa e Propaganda para disseminar objetivos governamentais; censura à imprensa como estratégia política). O candidato pode relacionar passado e presente (articulação com instrumentos atuais como a imprensa para divulgação de certa ideia; citar outros exemplos de censura; citar outros exemplos de edificação de personagem; citar outros exemplos de material didático “ideológico”).  

Resposta da questão 2:
 [A]

Quase todos os povos da Antiguidade – dentre eles os mesopotâmicos, os romanos e os astecas – dominaram (e necessitaram) técnicas de irrigação e armazenamento de água.

Recife é conhecida como “Veneza brasileira” devido aos rios Beberibe e Capibaribe, e não pelo São Francisco.

Dubai é uma cidade litorânea.  

Resposta da questão 3:
 [B]

Essa obra de Botticelli retrata o nascimento da deusa Vênus como descrita na mitologia romana, emergindo do mar como uma mulher adulta.

Sandro Botticelli era, de fato, um pintor do período Quattrocento, que valorizava características como o naturalismo e a proporção em suas obras.  

Resposta da questão 4:
 a) A “chamada Guerra Fria”. Esta questão pode ser analisada sob diferentes óticas: uma delas, mais tradicional, na qual se expõem as características do período: a divisão do mundo em áreas de influência, comunista e capitalista, a corrida armamentista, a corrida espacial e o terror nuclear. Estas questões, devem ser necessariamente tocadas; há versões mais recentes que procuram “revisar” a ideia de “Guerra Fria” ou ao menos relativizá-la, pois além de se considerar as nuances que, de certo modo, contrariam aquela de um mundo em preto e branco (por exemplo nunca cessaram relações comerciais entre EUA e URSS) também consideram-na uma perspectiva etnocêntrica, pois considera apenas a ausência de “guerras quentes” entre os países centrais, quando na periferia estas continuam a ocorrer inclusive sob a influência das duas potências nucleares. Aqui o candidato pode optar por uma ou outra visão, mas cuidando para manter a fundamentação e a coerência da argumentação desenvolvida.


b) A resposta pode ser articulada em torno da questão das relações entre revolução industrial – desenvolvimento científico produzindo tecnologias. A distinção entre ciência (conhecimento) e a tecnologia (produção de artefatos) é fundamental. No que toca à questão do poder, a ascensão da burguesia como novo ator social no mundo contemporâneo, mas também é fundamental destacar as transformações ocorridas no equilíbrio de poder mundial a partir do desenvolvimento científico e técnico, no caso em tela, e mesmo como, caso limite, o domínio do conhecimento sobre a energia nuclear criou o mundo contemporâneo, diferente de tudo o que havia antes.  

0 comentários :

Postar um comentário